Procure o assunto de seu interesse deste Blog:

segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

Condromalácia Patelar

A condromalácia patelar ou condropatia é uma patologia também conhecida como síndrome da dor patelofermural  , e trata-se de patologia crônica degenerativa da cartilagem da articulação da superfície posterior da patela e dos côndilos femorais, gerando desconforto e dor em torno ou atrás da patela, também é citada em artigos e pesquisas como joelho de corredor, pois este é o público que mais acomete a este problema embora pessoas que possuem desvios posturais principalmente no quadril tendem a ter esse problema, mesmo não sendo atleta de corrida como mostra a figura abaixo:
imagem 1
 Essa cartilagem que envolve a parte posterior da patela tem a função de deslizar dentro de um sulco na porção anterior e inferior do fêmur. Grandes ligamentos unem o fêmur e a tíbia para promover estabilidade, enquanto longos músculos dão força ao joelho, dos quais devem ser fortalecidos, ainda mais se você for um atleta. As superfícies articulares, onde estes ossos entram em contato, são cobertas dessa cartilagem especial, chamada de cartilagem articular. Esta cartilagem torna possível o movimento articular. As demais superfícies do joelho são cobertas por uma fina camada de tecido chamado de membrana sinovial. Esta membrana libera um líquido especial que lubrifica a articulação e reduz o atrito próximo de zero em um joelho normal. Normalmente todos estes componentes trabalham em harmonia. A condromalacia ou condropatia é classificada em quatro níveis:

Grau I: amolecimento da cartilagem e edemas, da qual estudos mostram que se tratada nessa fase pode ser reversível.
Grau II: fragmentação da cartilagem ou rachaduras com diâmetro inferior a 1,3 cm de diâmetro.
Grau III: fragmentação ou rachaduras com diâmetro superior a 1,3 cm de diâmetro.
Grau IIII: erosão ou perda total da cartilagem da articulação em questão, com exposição do osso subcondral.
imagem 2


O diagnóstico normalmente é obtido por meio de exames de imagem, como a ressonância magnética, que é solicitado pelo especialista médico, do qual deve ser consultado logo no início da dor. Logo que o indivíduo é diagnosticado com o problema, deve iniciar o tratamento com exercícios fisioterápicos, fortalecimentomuscular da região, tratamento com medicamentos orientados pelo seu médico, evitar a atividade de corrida por um tempo e movimentos articulares de 90º, ainda mais com sobrecargas, pois, nessa posição o atrito pode aumentar o problema como mostra a figura abaixo:

imagem 3

O mais importante a ser lembrado é que como precaução antes de iniciar uma atividade física você deve ser avaliado por um médico, após isso, procure a orientação de um professor de educação física, caso tenha desvios posturais, leve o diagnóstico ao seu professor para que ele possa tomar as precauções necessárias ou indicá-lo a atividades condizentes a você para que não haja o problema futuro ou para prepará-lo a atividade física desejada. Aquecimento é fundamental para preparar nosso corpo para a atividade física e alongamentos são ótimos, porém devem ser ministrados no momento certo e encarados como uma atividade física normal, não como profilaxia, relaxamento pós-atividade é muito bom, mas não vai lhe promover flexibilidade adequada. Sigam essas dicas e saúde a todos.

Fontes:
  • Imagem 1 e 3: http://spallafisioterapia.com.br/author/spallafisioterapia/page/8/ - em 12/01/2015
  • http://www.infoescola.com/doencas/condromalacia-patelar/- em 12/01/2015
  • Outerbridge RE. A etiologia da condromalácia patelar. J Bone Joint Surg BR. 1961; 43: 752-7.
  • http://www.bjj.boneandjoint.org.uk/content/43-B/4/752.full.pdf+html – em 12/01/2015


8 comentários:

  1. Ola! O medico me disse que tinha desgaste no joelho, nao pediu nenhum exame, apenas tambem me disse para parar de fazer o que mais amo: correr. Isso poucos dias apos minha primeira e unica meia-maratona. Fiquei desolada. Tambem estou perdida. Vou tentar conseguir um laudo, pois nao sei se e condromalacia, muito menos o grau.

    ResponderExcluir
  2. Ola! O medico me disse que tinha desgaste no joelho, nao pediu nenhum exame, apenas tambem me disse para parar de fazer o que mais amo: correr. Isso poucos dias apos minha primeira e unica meia-maratona. Fiquei desolada. Tambem estou perdida. Vou tentar conseguir um laudo, pois nao sei se e condromalacia, muito menos o grau.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Roselene! Realmente pode-se fazer um pré diagnóstico sobre a condropatia, a fim de precaver que o problema possa ser piorado, porém, para se ter certeza do problema vc precisa de um exame por imagem. Não acho uma boa você realizar uma meia maratona, já que vc procurou um médico pela dor que você está sentindo. Faça um exame de imagem para se ter certeza, existem remédios a base de condroitina e glucosamina para melhorar a cartilagem da patela e evite exercícios de carga com flexão entre 45 e 90 graus. Procure um médico especialista em joelho e um professor especialista em lesões. Tenha paciência, logo estará apta pra fazer até um Triátlon. Abraço!

      Excluir
  3. Olá, Professor Fábio!

    Fui diagnosticada com condropatia patelar em 2014. Queria fazer crossfit, mas o médico só autorizou se evitasse fazer os agachamentos e alguns muitos exercícios. Achei por bem não arriscar, para não agravar o quadro.
    Agora pretendia voltar a fazer hipismo/equitação e gostaria de saber se há risco de agravamento do quadro nisso.
    Desde já, obrigada.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  4. Boa tarde Maíra. O grande problema é vc manter em excesso ou com muito esforço a posição de 90º na flexão do joelho, essa posição a patela fica encostada em sua grande porção no fêmur, o que agravaria o seu problema, devido ao atrito, como sei que a equitação você permanece sentada e ainda faz força para manter a postura, provavelmente prejudique sua lesão. Agora se você está sendo tratada e realizou ou está realizando procedimento para melhora, o ideal é ir com calma, fortalecer a região na musculação com um profissional qualificado, e em breve você voltará a realizar a atividade que tanto lhe satisfaz. Não recomendo o Crossfit, ainda mais pós lesão. Espero que tenha ajudado, se precisar, pode me contatar, se estiver no ABC ou próximo ficarei feliz em ajudar mais. Abraço!

    ResponderExcluir
  5. Bom dia !Tenho condromalacia grau IV e tenho feito musculacao orientada por profissional protegendo e fortalecendo joelhos . Nao sinto dores e faco muito exercicio de isometria. No entanro comecei aulas de boxe e o aquecimento eh realizado c uso de corda e polichinelos. Dai venho sentindo os joelhos. Melhor alterar esse aquecimento? Obgda

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia Iore! Os exercícios isométricos, muito utilizados pelos profissionais como uma forma preservada pra não piorar a situação do aluno, é boa, mas pouco efetiva, peça pra aplicar exercícios excêntricos, com carga moderada e execução acima de 90º e baixo de 180º na flexão e estensão do joelho, aliás, essa é a forma de aplicar o exercício isométrico (veja uma publicação minha anterior). Peça para o seu professor de boxe realizar seu aquecimento na cama elástica, pois, além de evitar o impacto excessivo, a cama elástica (jump) evita você flexionar ou estender o joelho excessivamente. Se houver mais dúvidas me escreva. Bons treinos! Abraço!

      Excluir
    2. Pergunte ao seu ortopedista a aplicação de ácido hialurônico e o uso de suplementação com sulfato de glucosamina e condroitína.

      Excluir